Dica de saúde, Notícias, Prevenção

Janeiro Branco: campanha destaca importância da saúde mental

22 jan 2020 • Flávia Sapienza

O primeiro mês do ano é marcado pela campanha Janeiro Branco, que tem como principal objetivo discutir a saúde mental. Idealizado pelo psicólogo Leonardo Abrahão em 2014, o projeto convida as pessoas a refletirem sobre suas vidas, a qualidade dos relacionamentos e incentiva o debate sobre o tema em todos os espaços. Em 2020, o tema oficial da campanha é precisamos falar sobre saúde mental.

A escolha de janeiro é estratégica, pois o começo do ano pode gerar ansiedade pelo desejo de cumprir as metas dos 12 meses seguintes e frustração por não ter cumprido todas do ano anterior. Além disso, costuma ser um período de muita reflexão.

Dessa forma, a campanha serve como um alerta para que todos comecem seu novo ciclo de uma maneira sadia, tanto emocional quanto psicologicamente. E para que isso seja possível, fazer terapia pode ser o primeiro item da lista de resoluções para que as demais sejam atingidas com sucesso.

Importância da boa saúde mental

Menina de braços abertos em frente ao mar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que a saúde mental depende do bem-estar físico e social, lembrando que o conceito de saúde vai além da ausência de doenças. Esse conjunto é fundamental para que, como seres humanos, tenhamos plenas capacidades individuais e coletivas para pensar, nos emocionar, interagir uns com os outros e aproveitar a vida.

Segundo a OMS, mais de 300 milhões de pessoas sofrem de depressão em todo o mundo, um transtorno mental frequente que afeta todas as faixas etárias, de qualquer raça, etnia ou classe social.

O Ministério da Saúde reforça, em seu site, a importância de se ter hábitos saudáveis, tanto para o corpo quanto para a mente, e dá algumas dicas que podem contribuir, e muito, com a nossa qualidade de vida:

  • Reserve um tempo para curtir a vida e a convivência com os outros;
  • Viva intensamente seus momentos em família;
  • Pratique atividades físicas;
  • Mantenha uma alimentação saudável;
  • Reforce seus laços de amizade;
  • Não abra mão de boas noites de sono;
  • Não tenha vergonha de buscar ajuda de profissionais.

 

Fonte: Estadão | Ministério da Saúde