Dica de saúde, Notícias

Confira dicas para evitar as doenças típicas do outono

25 mar 2019 • Fabieli de Paula

A chegada do outono significa o início das grandes variações de temperatura e da baixa umidade. Esses fatores, juntamente com a poluição, são considerados alguns dos responsáveis pelo aumento dos índices de doenças respiratórias durante essa época do ano.

De acordo com o alergista e imunologista, Ricardo Souza Queiroz, os problemas mais frequentes nesse período são a asma, as rinites e as sinusites. Quando o tempo está seco, a mucosa nasal fica ressecada e passa a não filtrar corretamente o ar, cheio de partículas poluentes e alergênicas, que vai aos pulmões. Em muitos casos, as pessoas já têm uma predisposição genética às alergias respiratórias, então quando são expostas a esses fatores, elas são desencadeadas e geram uma reação do sistema imunológico, que inclui o corrimento nasal e o lacrimejamento.

Geralmente, a manifestação de alergias ocorre durante a infância, quando a criança é exposta a agravantes, como a presença de ácaros, fungos e pelos de animais. No caso da rinite, o fator hereditário influencia na manifestação dessas alergias. O especialista explica que, se um dois pais tiver a doença, a chance de os descendentes terem é de 30%, mas se ambos os pais tiverem rinite alérgica, a chance já aumenta para 70%. “Isso torna os filhos mais sensível à detecção de elementos alergênicos, aumentando as chances do desencadeamento da doença”, diz.

Uma boa noite de sono, a prática de atividades físicas e uma alimentação balanceada e rica em Vitamina C são elementos que podem ajudar a melhorar a imunidade e, consequentemente, evitar ou amenizar o grau de intensidade dessas doenças. Além disso, o especialista ainda dá outras dicas para aproveitar essa época do ano com saúde e disposição:
• Reforce a hidratação;
• Deixe janelas abertas para o ar circular;
• Lave o nariz com soro fisiológico;
• Passe álcool gel nas mãos sempre que sair de transportes públicos;
• Ande sempre com um colírio à disposição;
• Evite ambientes fechados e com grande concentração de pessoas.

Além de desencadear alergias, o mau funcionamento da mucosa também pode fazer com que bactérias e vírus passem despercebidos pelo canal de entrada do sistema respiratório. Para evitar complicações, é importante que a vacina da gripe esteja em dia, deixando de lado o mito de que a imunização contra os vírus da gripe faz mal. Por isso, increva-se já na Campanha Saúde Amafresp (clique aqui).