Convênio de Reciprocidade, Gestão

Diretor da Amafresp e Presidente da Febrafite ministram palestra sobre autogestão para colegas capixabas

14 ago 2017 • Fabieli de Paula

O diretor da Amafresp e da Febrafite (saúde), Alexandre Lania Gonçalves, e o presidente da Febrafite, Roberto Kupski, estiveram na sede da Afites – Associação dos Auditores Fiscais de Tributos Estaduais do Espírito Santo, onde ministraram aos diretores dessa entidade coirmã e aos colegas da federação uma apresentação sobre a Febrafite Saúde e os benefícios de uma autogestão.

Alexandre fez uma breve apresentação sobre a Amafresp, na qual contou a história dos 50 anos da autogestão e os excelentes resultados atuais. Também apresentou a quantidade de filiados assistidos e destacou a qualidade da assistência oferecida, além de mostrar que Amafresp é um dos planos mais baratos do mercado, oferecendo o melhor custo-benefício.

“A Amafresp é um exemplo e evidencia o quanto vale a pena ter uma autogestão. Além disso, temos muito orgulho de participar do convênio de reciprocidade da Febrafite e apoiar o surgimento da Febrafite Saúde, uma autogestão que está sendo criada para os estados que ainda não possuem uma autogestão e também para aqueles que já possuem e têm o interesse em aderir”, disse Lania.

Após a palestra, houve um intenso debate entre os colegas capixabas. Lania e Kupski, junto com a presidente da Afites, Maria Tereza de Siqueira Lima, e os demais diretores da entidade, responderam aos questionamentos.

Reunião com secretário de Fazenda do ES

Também na ocasião houve reunião com o secretário de Estado de Fazenda do ES, Bruno Funchal, na sede da Sefaz, Vitória.

Os dirigentes trataram com o secretário sobre assuntos de interesse da categoria, como teto salarial e a nomeação de auditores aprovados no último concurso.

“A reunião foi importante para o estreitamento da relação da Sefaz com as entidades Afites e Febrafite, especialmente em um momento onde a categoria espera o reconhecimento da importância da atividade fiscal e encontra-se desmotivada”, considera Teresa.

Além da pauta local, Kupski abordou sobre as perdas dos estados com a Lei Kandir e a Reforma Tributária que está novamente na pauta de trabalho do Governo Federal.