Sem categoria

Entenda como funciona o setor de Prevenção da Amafresp

11 ago 2015 • Fabieli de Paula

Com o objetivo de proporcionar saúde e não apenas tratar doenças, a Amafresp, através do seu setor de Prevenção, oferece ações e programas que focam o bem-estar e a qualidade de vida contínua de seus filiados, reduzindo, assim, gastos com medicação, número de internações e, até mesmo, o índice de mortalidade.

“Colaborar para que o filiado e sua família tenham uma vida saudável, com foco na prevenção, é um dos principais objetivos da Amafresp. Exames simples, como os realizados pela Campanha Saúde, são essenciais para a detecção precoce e tratamento de algumas doenças”, explica a encarregada operacional do Setor de Prevenção da Amafresp, Ticiana Melosi Soria. Também fazem parte desta equipe as enfermeiras Adriana Veraldi de Moraes e Priscila Furlan Giurno.

O Setor de Prevenção, além de promover campanhas preventivas e informativos, assim como a ‘Cartilha Prevenção’ e a ‘Dica de Saúde Amafresp’, também trata do Atendimento Domiciliar Amafresp (ADA) e de assuntos relacionados ao Programa de Atenção Domiciliar (PAD – Home Care).

Entenda como funciona o ADA e o PAD

ADA – Atendimento domiciliar Amafresp: é um programa de atendimento à saúde, em domicílio, com equipe multiprofissional (médico, enfermeira, assistente social), exclusivo para pacientes com doenças crônicas específicas, com o objetivo de proporcionar maior qualidade de vida a esses pacientes. Atualmente são acompanhados filiados na Grande São Paulo.

PAD- Programa de assistência domiciliar/ Home care:
Consiste na assistência domiciliar a pacientes da Amafresp nas seguintes modalidades:

Internação domiciliar em substituição à internação hospitalar: entende-se por internação domiciliar a continuidade da internação hospitalar, quando houver a necessidade contínua de assistência de enfermagem por período mínimo de seis horas, além da assistência da equipe multiprofissional exigida em cada caso. Para isso, o médico assistente do paciente deverá manifestar, em prontuário, a continuidade da internação no domicílio do paciente.

Procedimentos técnicos domiciliares: É o conjunto de atividades para tratamento ou reabilitação, de caráter ambulatorial, prescritos ou indicados por médico especialista, tais como administração de medicamento endovenoso e/ou intramuscular, curativos complexos, passagem de sondas enterais e vesicais, entre outros.

Em ambos os casos, o objetivo é propiciar o reestabelecimento do paciente em sua residência, livre das infecções hospitalares que são comuns nesses ambientes. Vale lembrar que nas duas modalidades citadas, não há cobertura para cuidador, membro ou não da família, que com ou sem remuneração, cuida do idoso.

“A Amafresp é um dos poucos sistemas de saúde do país que vêm avançando e inovando na Medicina Preventiva. É por meio de investimentos na área de prevenção que a sua Amafresp oferece melhor qualidade de vida, aliada à redução de custos”, finaliza a encarregada operacional do Setor de Prevenção da Amafresp.

Clique aqui e veja mais informações sobre as coberturas e exclusões no Regulamento da Amafresp.